Belém, Ver-o-Peso e arredores.

Um lugar interessante para entender o norte do Brasil. Para quem nunca foi, a amazônia é um bom começo. Uma bela porta de entrada ao ambiente onde tudo é medido na Escala Amazônica, grande.

Chuva na Baía de Marajó :: Belém ::

Chuva na Baía de Marajó :: Belém ::

Belém

Belém

Vista aérea do mercado Ver-o-Peso :: Belém :: Pará ::

Não posso deixar de comentar sobre as frutas – e seus respectivos sorvetes  (uxi, cupuaçu, murici, taperebá, bacuri, são tantos…) -, as verduras – mandioca brava, açaí, jambu -, os peixes – filhote, pirarucu, tambaqui, dorada, etc.  Tudo é diferente e novo. A ser descoberto o gosto, o cheiro, a textura, se agrada ou não…

Os pratos típicos: Tacacá, Maniçoba, Pato ao Tucupi acompanhado de jambu (anestesiante) e a pimentinha comari. Aquele calor todo com esses pratos quentes e apimentados é uma combinação maravilhosa e molhada!

Mercado Ver-o-Peso :: Belém ::

Mercado Ver-o-Peso :: Belém ::

Atenção ao histórico prédio do mercado, feito de metal, chapa e estruturas trabalhadas, vindas do Reino Unido no final do século XIX. Resistem um pouco oxidados e sujinhos… é possivel comer, ver o que sai daquele mato, daquela água.

 

 

 

 

Barraca das sementes :: Ver-o-Peso :: Belém ::

Barraca das sementes :: Ver-o-Peso :: Belém ::

Mercado Ver-o-Peso :: Belém ::

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s