O Cerrado

O Sertão, centro-oeste: cerrado, escarpas de arenito, veredas, cavernas, pinturas rupestres, rios cristalinos, frutas únicas, pássaros, buritis, cristais de quartzo …  Sem dúvida nenhuma, compõem um dos cenários mais brasileiros de todos.

Apresento algumas fotos, e até um vídeo, que fiz durante minhas andanças por ‘cerrrados’ brasileiros.

Buritizal

Burutis de uma vereda, cenário de cerrado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Araras sobre o buritizal. Goiás.

Voo de araras em uma vereda no cerrado de Goiás.

 

Algumas informações sobre o Bioma Cerrado:

  • Ocupa 24% do território nacional, pouco mais de dois milhões de quilômetros quadrados; restam 61,2% desse total.
  • É a segunda maior formação vegetal brasileira depois da Amazônia, e a savana tropical mais rica do mundo em biodiversidade.
  • Concentra nada menos que um terço da biodiversidade nacional e 5% da flora e da fauna mundiais.

(extraído do site da Embrapa, 2009, http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Agencia16/AG01/Abertura.html)

 

Arenito Urucuia

Escarpas de arenito em veredas de Góias

Há inumeras cavernas em cerrado, locais onde há ocorrência de rochas carbonáticas e feições cársticas, como o exemplo das Cavernas do Parque Estadual de Terra Ronca – PETER – Goiás.  Recomendo a visita ao local para pessoas que busquem um contato mais íntimo com a natureza.

Terra Ronca 2

Dolina colapsada cortando o conduto da caverna Terra Ronca 2.

Lindas cavernas que exigem um pouco mais de fôlego e algumas que necessitam cordas e outros equipamentos de segurança. Nem pensar em ir sozinho, contrate sempre um guia local.

Fornos de carvão

Fornos de barro utilizados para tranformar a vegetação nativa do cerrado em carvão vegetal.

Infelizmente nem tudo são rosas, há destruição no cerrado. Plantas frutíferas como a Cagaita, Mangaba, Puçá, Cajuzinho, medicinais como o Barbatimão, Jatobás e muitas outras, patrimônios naturais, são cortadas dentro e fora de áreas de proteção e  tranformadas em carvão e dar lugar à soja.

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s